TESE DE IMPEACHMENT DE BOLSONARO SÓ AGRAVA CRISE

Primeiro o presidente Jair Bolsonaro afirmou na sexta-feira passada que nesta semana o Brasil iria assistir um tsunami. Depois, no domingo, seu filho Carluxo, levanta a hipótese de que estaria sendo orquestrado um movimento para derrubar o capitão, ou seja, seu pai. Criada a tese da possibilidade de impeachment, grande parte da imprensa foi no vácuo e começaram assim especulações das mais variadas. Até defensores de Bolsonaro, como o guru Olavo de Carvalho e o cantor Lobão demonstraram que não enxergam um futuro positivo para o atual governo. Tal clima só contribui para o agravamento da crise. Passou da hora do presidente largar o Twitter e começar a governar o país.

Anúncios

PROEZA ECONÔMICA: DÓLAR QUASE SE EQUIPARA COM O EURO

A admiração do presidente Jair Bolsonaro pelos Estados Unidos não é segredo para ninguém. O que não se esperava, nem nos cenários mais pessimistas, é que as trapalhadas dele levassem o dólar a uma cotação que se aproxima do euro. Hoje, sexta-feira, enquanto o euro era cotado a R$ 4,58, o dólar alcançava R$ 4,10.

GOVERNO QUER FLEXIBILIZAR CÓDIGO DE TRÂNSITO

Num país com registro de 60 mil mortes por ano em acidentes de trânsito, o presidente Jair Bolsonaro pensa em afrouxar as regras de trânsito através de decreto. Entre as propostas estão ou multa ou perda de pontos; suspensão de CNH será feita com 40 pontos e não mais 20 pontos e o prazo de validade da CNH passa de cinco para dez anos. Bolsonaro diz que quer acabar com a indústria da multa, mas não parece estar preocupado com o aumento dos gastos com saúde que isto certamente irá provocar. Lastimável sob todos os aspectos.

FLAVIO BOLSONARO: TENHO APARTAMENTO PARA VENDER

O senador Flávio Bolsonaro, como político, nunca foi grande coisa, sempre na sombra do pai, mas como corretor de imóveis é um excelente profissional. Afinal de contas, investiu R$ 9,5 milhões em 19 imóveis e consegui um lucro de mais de R$ 3 milhões. Em apenas um apartamento o lucro foi de 292%. Minha família tem um apartamento para vender e queria saber se o Flávio não podia fazer o negócio. Pagamos comissão acima da do mercado.

BOLSONARO ALHEIO AO CLAMOR DAS RUAS

Ao resumir as manifestações contra o corte nas despesas das universidades e institutos federais em mais de 220 municípios a grupos de esquerda, seguidos de estudantes “idiotas úteis”, segundo ele,o presidente Jair Bolsonaro mostra mais uma vez que ignora a voz das ruas e só acredita em suas próprias convicções. Mais patético ainda é publicar um vídeo com uma dúzia de pais de um colégio particular reclamando das manifestações.

OLAVO: NÃO FALO MAIS DE POLÍTICA BRASILEIRA

O auto-intitulado filósofo Olavo de Carvalho parece ter se rendido ao fato de que seu pupilo, o presidente Jair Bolsonaro, está longe de ser capaz de dirigir o país. Declarou que não irá mais falar de política brasileira. A nação agradece, já que com seu linguajar chulo não fez mais do que ofender as pessoas que não rezam pela sua cartilha. Os olavetes estão órfãos.

FABRÍCIO QUEIROZ: CUIDANDO DA SAÚDE

Não podia ser mais singela a resposta dada pelo advogado de Fabrício Queiroz sobre a razão que o levou a não se apresentar para depor. Ele teria optado por “cuidar da saúde”. Já que a justificativa é a preocupação com a saúde, ele poderia explicar quem pagou a conta de sua estadia no Hospital Albert Einstein. Ou será que andou vendendo mais alguns carros?