PREFEITO KIQ E A DENGUE: TAPA BEM DADO NA BOCA

O prefeito de Paranavaí, Delegado KIQ, usou sua página no Facebook para alertar sobre o risco da dengue. Informou que três pessoas foram presas por terem focos do mosquito transmissor da de dengue, o Aedes aegypti. O tapa na boca do título da postagem ele levou da mãe depois de falar que queria pegar dengue para não ir para a escola. Leia todo o texto:
Quando criança disse para minha mãe que gostaria de pegar dengue para faltar na aula. Tomei um tapa bem dado na boca!
Grande parte das pessoas ainda acha que dengue é uma doença inofensiva como eu achava. Como não posso contratar minha mãe para sair dando tapa nos outros, estamos notificando os principais focos e, quando não atendidos, encaminhando os infratores para a Delegacia.
Ontem foram 3 (três) presos, imediatamente assistidos pela secretaria de assistência social, para estudo de caso.
Amanhã, quando a epidemia de dengue estiver a todo vapor, a situação do PA e da SANTA CASA infinitamente pior do que hoje, em razão dos centenas de munícipes contaminados, não digam que não avisei.
Já estou vendo as manchetes culpando a prefeitura, o(s) prefeito(s) (da região toda) os servidores da saúde, mas todos os municípios da região passam por um momento parecido, em razão das questões ambientais em comum.
Por se tratar de interesse comum e social, acredito que a imprensa pode e deve nos ajudar sem esperar retribuição financeira, afinal, ele têm uma concessão de serviço público e ter que pagar por campanhas da dengue me parece um disparate, uma torpeza sem tamanho.
Sabendo que serei culpado por tudo, peço, antecipadamente, desculpas a população pela falta de educação dela mesma e para aqueles que podem nos ajudar e não o fazem esperando retribuição financeira, deixo bem claro, sua ganância também será um ingrediente determinante nas mortes eventualmente ocorridas.
Aos que vão encher esse “post” de frases de ódio contra mim ou a administração lembrem, em 2013 (última epidemia de dengue) eu estava lá, voluntário, pegando lixo na rua, rios e terrenos… fui tratado por colegas de trabalho como o delegado-lixeiro (pejorativamente).
A diferença é que hoje estou prefeito, pois os que reclamavam na época, reclamam agora. Pouco ou nada mudou!
Deixem pra me xingar pessoalmente no dia dos mutirões, quero vocês lá, falando, cobrando mas trabalhando.
Ou o povo aprende, ou essas cíclicas tragédias anunciadas sempre estarão a espreita, aguardando as condições ambientais para o desencadeamento das epidemias, pois a falta de educação é e sempre será perene.
Falo de peito aberto: estou fazendo a minha parte!
E você? Precisa de uma tapa pra acordar?
Que comece o mimimi!
NR: a quem interessar possa, este espaço não é uma concessão pública e quem o acompanha sabe que o tema, combate à dengue, sempre foi uma preocupação.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s